Novo

Livro A Confraria Dos Espadas De Ruben Fonseca

29 reais con 99 centavos

em 5x 6 reais con 61 centavos

Enviando normalmente

Chegará amanhã com Mercado Envios

Somente para SP capital e regiões da Grande SP

Comprando dentro das próximas 13 h 16 min

Benefício Mercado Pontos

Retire a partir de amanhã em uma agência Mercado Livre

Comprando antes das 12hs.

Ver no mapa

Último disponível!

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Sem garantia

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 5x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Mastercard Débito
Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroA Confraria dos Espadas
AutorRuben Fonseca
IdiomaPortuguês
EditoraCia das Letras
FormatoPapel

Outras características

  • Gênero do livro: Contos Brasileiros

  • Tipo de narração: Conto

  • Idade mínima recomendada: 10 anos

  • Idade máxima recomendada: 110 anos

  • ISBN: 9788571648418

Descrição

Em A Confraria dos Espadas temos os estranhos prazeres e as pequenas mortes cotidianas. Rubem Fonseca apresenta contos intensos nos quais, sob a égide da violência e da tragédia, machos e fêmeas da selva urbana encenam em tons eróticos e escatológicos seus peculiares rituais de acasalamento. Momentos de êxtase e últimos suspiros são intercambiáveis em narrativas como "Livre-arbítrio", "Anjos das Marquises", "A festa" e "O vendedor de seguros". Já no mordaz "AA" a tensão carnal tem como pano de fundo uma estranha modalidade esportiva, enquanto no teatro metafísico e metalinguístico de "À maneira de Godard" um Romeu e uma Julieta compartilham a fobia pelo órgão genital do sexo oposto. E, como um "brutalista" que jamais abre mão da poesia, o autor encerra o volume nos semiversos de "Um dia na vida de dois pactários", que, sintetizando as páginas anteriores, descreve a cópula como "um pacto de incêndio, contra esse espaço de rotina cinzenta entre o nascimento e a morte que chamam de vida". Prolífero e fiel a seus valores estéticos e filosóficos, porém surpreendendo o leitor a cada obra, Rubem Fonseca congrega o sofisticado e o ancestral, que, aqui, sem que jamais lhes falte fôlego, passeiam entre a linguagem sóbria e espontânea e o experimentalismo e a erudição. Livro novo, impresso em 1999,conservado,sem leitura, apresenta pequenas manchas de poeira no corte lateral superior.